Tamanho do texto

Investidores mantêm-se atentos a dados que medem a saúde econômica da Europa e dos EUA, no primeiro dia de reunião do Copom

A terça-feira começa em ritmo de baixa na Bolsa de Valores de São Paulo, enquanto investidores mantêm-se atentos a dados que medem a saúde econômica da Europa e dos Estados Unidos, no primeiro dia de reunião do Comitê de Política Monetária (Copom).

Por volta das 10h30, o Ibovespa marcava desvalorização de 0,46%, aos 54.610 pontos, sendo que o giro financeiro na bolsa brasileira era de R$ 304 milhões. Ontem, o indicador terminou em valorização de 2,83%, aos 54.860 pontos.

Em Wall Street, o Dow Jones abriu em queda de 0,48%, aos 11.493 pontos, enquanto Nasdaq e S&P 500 cediam 0,49% e 0,50% para 2.550 pontos e 1.204 pontos, respectivamente. Ontem, os três indicadores terminaram com altas superiores a 2%.

O mercado acompanhava a notícia de que o preço dos imóveis residenciais em dez regiões metropolitanas dos Estados Unidos apontou alta de 1,1% em junho na comparação com maio, terceira alta mensal seguida.

Mas os olhos dos investidores devem focar, tanto aqui quanto lá fora, o índice de confiança do consumidor nos Estados Unidos e a divulgação da ata da última reunião do Federal Reseve (Fed). Entre as chamadas "blue chips", Vale PN cedia 0,3% (R$ 39,66), enquanto Petrobras PN caía 0,09% (R$ 20,45) e OGX ON se desvalorizava 0,44% (R$ 11,11).

Dos papéis financeiros, Itaú Unibanco era negociado praticamente estável, a R$ 27,65. Na Europa, Londres operava em alta enquanto Frankfurt, Paris e Milão cediam. Por lá, o índice de confiança da zona do euro caiu pelo sexto mês seguido. Na Itália, o governo local levantou mais de 7 bilhões de euros ao vender títulos da dívida e conseguiu pagar uma taxa de juro mais baixa.

Este foi o primeiro leilão de títulos soberanos do país após o anúncio de que o Banco Central Europeu (BCE) irá comprar esses papéis para ajudar a estabilizar a economia do país. A alta do FTSE 100 de Londres, de 2,10%, se descolava dos outros grandes porque ontem, quando a maioria dos índices subiu, o mercado britânico não abriu devido a feriado local. O CAC 40 cedia 0,31%, enquanto o DAX se desvalorizava 0,88% e o FTSE MIB caía 0,76%.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.