Tamanho do texto

SÃO PAULO - Encerrado o exercício de opções sobre ações, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) continua registrando valorização nos negócios desta segunda-feira, acompanhando o desempenho de Wall Street e impulsionada pelas "blue chips" brasileiras. Próximo das 14h30, o Ibovespa avançava 1,04%, aos 67.784 pontos, com volume financeiro negociado de R$ 6,239 bilhões.

SÃO PAULO - Encerrado o exercício de opções sobre ações, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) continua registrando valorização nos negócios desta segunda-feira, acompanhando o desempenho de Wall Street e impulsionada pelas "blue chips" brasileiras. Próximo das 14h30, o Ibovespa avançava 1,04%, aos 67.784 pontos, com volume financeiro negociado de R$ 6,239 bilhões. No mesmo horário, no mercado americano, o índice Dow Jones subia 0,99%, o Nasdaq avançava 1,05% e o S&P 500 se apreciava em 1,04%. Único indicador do dia, a confiança do setor de construção nos Estados Unidos não apresentou mudança de agosto para setembro. O indicador que mede esse sentimento ficou em 13, conforme a Associação Nacional de Construtores de Casas (NAHB, na sigla em inglês). A leitura ficou bem abaixo da marca de 50, que significa uma debilidade nesse sentimento. No âmbito corporativo, a IBM acertou a compra da Netezza, provedora de soluções para análise de dados de alto desempenho, por US$ 27 por ação, ou um total de quase US$ 1,7 bilhão. A expectativa é de que o negócio esteja concluído no quarto trimestre deste ano. Já no Brasil, o exercício de opções sobre ações pesou principalmente sobre os papéis da Vale e da Petrobras. Há pouco, as ações PNA da mineradora subiam 0,76%, para R$ 42,14, enquanto os papéis PN da Petrobras avançavam 2,00%, para R$ 26,97 Ainda entre os destaques de volumes movimentados no dia figuravam as ações ON da BM&FBovespa (1,94%, a R$ 14,12) e da OGX Petróleo (1,94%, a R$ 14,12). Entre as maiores altas do Ibovespa estavam as ações TAM PN (3,40%, a R$ 38,57), Embraer ON (2,99%, a R$ 12,05) e Natura ON (2,84%, a R$ 47,00). Na ponta contrária, apresentavam as maiores baixas do índice os papéis Fibria ON (-1,73%, a R$ 29,45), Light ON (-1,36%, a R$ 23,10) e Ultrapar PN (-1,03%, a R$ 97,68). Já no mercado cambial, a moeda americana opera praticamente estável nesta sessão. Há pouco, a divisa americana subia apenas 0,05%, para R$ 1,720 na venda. O Banco Central já realizou leilão de compra de dólar, em que a taxa de corte correspondeu a R$ 1,7178. (Beatriz Cutait | Valor)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.