Tamanho do texto

Unidade brasileira do HSBC vai contratar mil novos gerentes de relacionamento este ano para ampliar sua presença no varejo

O HSBC informou nesta segunda-feira que o Brasil não será afetado pelo plano mundial de demissões anunciado mais cedo pela matriz do banco.

"O Brasil não faz parte da reestruturação do grupo, que inclui corte de funcionários", informou em nota a assessoria de imprensa da unidade do HSBC no país.

Pela manhã, ao anunciar os resultados do primeiro semestre, a matriz do banco britânico avisou que eliminará cerca de 30 mil empregos até 2013, já que vai sair de países onde encontra dificuldades para competir.

No comunicado desta tarde, a unidade brasileira do HSBC informou que está contratando 1 mil novos gerentes de relacionamento este ano para ampliar sua presença no varejo local.

"O país foi destaque no anúncio dos resultados ao ser, entre os 87 países onde o banco atua, o terceiro a mais contribuir com o lucro do grupo", segundo trecho da nota à imprensa, detalhando que o lucro antes de impostos do conglomerado no Brasil foi de US$ 637 milhões de janeiro a junho.