Tamanho do texto

Ratings foram atribuídos aos bônus com vencimento em 2015 e 2017 e às reaberturas de bônus 2021 e 2041

A Fitch Ratings atribuiu rating "BBB" para emissão de bônus de US$ 6 bilhões proposta pela Petrobras, segundo comunicado da agência classificação de risco nesta terça-feira.

Os ratings foram atribuídos às notas com vencimento em 2015 e 2017 e às reaberturas de bônus 2021 e 2041. O rating BBB significa boa qualidade de crédito, com capacidade de pagamento dos compromissos adequada.

"Os ratings da Petrobras são baseados em sua posição de liderança no mercado doméstico de energia brasileiro, sua reconhecida experiência em exploração e produção em águas profundas, e em sua importância estratégica para o Brasil", disse a Fitch.

Mais : Petrobras aumenta em 2,7% reservas provadas em 2011

Segundo o IFR, um serviço da Thomson Reuters, a demanda pelos bônus da Petrobras estava entre US$ 12 bilhões e US$ 13 bilhões no fim desta terça-feira. A operação deve ser precificada na quarta-feira.

Uma estimativa revisada para a emissão, que deverá ser realizada em quatro tranches, foi divulgada no final da tarde desta terça, acrescentou o IFR.

O preço para a tranche de três anos estava em 280 pontos-básicos acima dos Treasuries comparáveis (ante 290 anteriormente), enquanto a parcela com vencimento em cinco anos estava em torno de 295 pontos-básicos (versus 300 pontos mais cedo).

Os títulos com vencimento em 2021 e 2041, de reaberturas de bônus da empresa, ficaram ambos com indicação na área de 300 pontos-básicos acima dos Treasuries, ante 310 pontos antes.

Leia : Petrobras já captou US$ 18 bilhões até o início de dezembro

Os recursos levantados com a emissão deverão ser utilizados para cobrir despesas corporativas e de investimentos.

Participam da operação os bancos Santander, Morgan Stanley, JPMorgan, Itaú, Citi e Banco do Brasil. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.