Tamanho do texto

Os principais índices do mercado de ações da Europa fecharam em alta, puxados pelos papéis de empresas ligadas ao segmento de matérias-primas

selo

Os principais índices do mercado de ações da Europa fecharam em alta, puxados pelos papéis de empresas ligadas ao segmento de matérias-primas. As bolsas, que no início da sessão oscilavam perto da estabilidade, também ganharam um pouco de força após a ata da última reunião de política monetária do Banco da Inglaterra (BoE) indicar que algumas autoridades da instituição veem uma necessidade crescente de afrouxamento monetário. O tom positivo em Wall Street contribuiu para os ganhos.

Segundo a ata do BoE, Adam Posen, um dos membros do Comitê de Política Monetária, votou por uma expansão de 50 bilhões de libras no programa de compra de bônus da instituição. Embora Posen tenha sido o único a votar em favor de mais estímulo, o documento informou que alguns membros que votaram pela manutenção da política monetária "sentiram que a probabilidade de mais estímulos monetários se tornarem necessários para cumprir a meta de inflação no médio prazo aumentou nos últimos meses".

O índice pan-europeu Stoxx 600, que ontem recuou 0,5%, hoje subiu 0,34%, para 266,13 pontos. "Após o avanço que tivemos no último mês, sempre há pessoas preparadas para comprar quando cairmos", disse Philippe Gijsels, diretor de pesquisas do BNP Paribas Fortis Global Markets. "O grande teste para esse mercado ocorrerá quando cairmos de novo. Comprar nessas ocasiões foi lucrativo em setembro e até esse momento de outubro, mas se isso parar de funcionar podemos assistir o desenvolvimento de outra tendência."

Em Londres, o índice FTSE 100 avançou 25,04 pontos, ou 0,44%, para 5.728,93 pontos. Na Bolsa de Paris, o índice CAC-40 teve alta de 20,98 pontos, ou 0,55%, para 3.828,15 pontos. Em Frankfurt, o índice Xetra DAX ganhou 33,86 pontos, ou 0,52%, para 6.524,55 pontos.

As ações de mineradoras estavam entre as que tiveram o melhor desempenho da sessão. As da BHP Billiton subiram 2,50% após a companhia divulgar que sua produção de minério de ferro cresceu 6% no trimestre encerrado em 30 de setembro em comparação a igual período do ano passado. Os papéis da Rio Tinto, que anunciou um investimento de US$ 3,1 bilhões para aumentar sua capacidade de produção de minério de ferro na Austrália, avançaram 2,74%.

Entre as montadoras, a Peugeot Citroën subiu 0,88% após divulgar que sua receita cresceu 10% no terceiro trimestre e elevar a projeção para o lucro deste ano. No setor de químicos, a BASF revisou para cima suas projeções para o ano e divulgou um aumento de 23% nas vendas do terceiro trimestre. As ações da companhia fecharam em alta de 2,55%.

Os papéis da Novo Nordisk subiram mais de 9% em Copenhague. Segundo analistas, o avanço foi motivado pelo fato de os EUA exigirem mais pesquisas e estudos sobre uma droga que seria potencial concorrente da Victoza, medicamento contra diabetes da Novo Nordisk.

A Saab, do setor aeroespacial e de defesa, teve queda de 7% em suas ações depois de reduzir suas projeções para o lucro operacional de 2010, acrescentando que os resultados devem ser pressionados pelos custos de reestruturação no quarto trimestre. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.