Tamanho do texto

Montante corresponde a compras de R$ 46,516 bilhões e vendas de R$ 43,613 bilhões entre os dias 2 e 31 do mês passado

selo

Os investidores estrangeiros injetaram R$ 2,903 bilhões líquidos na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) em maio, após três meses de saldo negativo nessa conta. O montante corresponde a compras de R$ 46,516 bilhões e vendas de R$ 43,613 bilhões entre os dias 2 e 31 do mês passado.

No último pregão de maio, na última terça-feira, esses investidores ingressaram na Bolsa com R$ 274,953 milhões. Naquele dia, o índice Bovespa (Ibovespa) fechou em alta de 1,04%, aos 64.620 pontos. O giro financeiro foi de R$ 6,777 bilhões. No mês, o indicador acumulou perdas de 2,29% no mês.

Em 2011, no entanto, as retiradas ainda superam as entradas de capital externo na Bolsa, em R$ 767,051 milhões. O resultado positivo de maio é o segundo registrado este ano. Os ingressos só haviam ultrapassado as saídas de investimentos estrangeiros na Bolsa em janeiro, com R$ 401,408 milhões. A partir daí, os saques predominaram. A maior retirada líquida ocorreu em março, com R$ 1,771 bilhão. Em abril, estes investidores sacaram R$ 1,116 bilhão e, em fevereiro, R$ 1,184 bilhão.

    Leia tudo sobre: Bovespa
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.