Tamanho do texto

Tesouro do país levantou 10 bilhões de euros no leilão de três tipos de bônus no mercado primário

Os custos de financiamento da Espanha caíram em um leilão de bônus governamentais nesta quinta-feira, que atraiu sólida demanda no primeiro teste real do apetite por dívida de economias periféricas da zona do euro neste ano.

O Tesouro espanhol levantou 10 bilhões de euros no leilão de três tipos de bônus no mercado primário, dobrando a meta de até 5 bilhões.

Foram vendidos 4,3 bilhões de euros em bônus de três anos, a um rendimento de 3,384 por cento. A proporção entre oferta e demanda foi de 1,8.

O bônus com vencimento em abril de 2016 vendeu 2,5 bilhões de euros, a um rendimento médio de 3,748%, contra 4,871 por cento no último leilão, em 7 de julho. A razão entre oferta e demanda foi de 2,2 por cento.

Ainda foram emitidos 3,2 bilhões de euros em bônus para outubro de 2016, a 3,912 por cento, contra 4,848 por cento em novembro. Nesse título, a procura foi 1,7 vez maior que a demanda.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.