Tamanho do texto

Mercado norte-americano também ganhou fôlego após dados mostrarem que crédito ao consumidor no país cresceu em janeiro

selo

Os principais índices do mercado de ações dos Estados Unidos fecharam em alta, diante da notícia de que o Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) estuda uma nova forma de relaxamento monetário para estimular a economia e refletindo a perspectiva de que a Grécia será capaz de completar a operação que tem como objetivo reduzir sua dívida com o setor privado.

Leia também: Ações de construtoras ficam entre as maiores altas da Bovespa

O Wall Street Journal afirmou em uma reportagem que membros do Fed estudam um novo sistema de compras de bônus que tem como objetivo diminuir a preocupação com a possibilidade de os estímulos oferecidos pela instituição gerarem inflação no futuro. A nova abordagem, apelidada de relaxamento monetário "esterilizado", prevê que o Fed injete dinheiro no sistema financeiro por meio da compra de títulos hipotecários ou Treasuries de longo prazo, mas controle o ritmo de liberação dos recursos. O jornal, no entanto, diz que não há qualquer sinal de que as autoridades adotem esse tipo de medida por enquanto.

Na Europa, o Instituto de Finanças Internacionais (IIF, na sigla em inglês) informou hoje que a participação dos credores na oferta de troca de dívida da Grécia já soma 84 bilhões de euros, o que equivale a 40,8% do montante elegível para troca. O país precisa que os detentores de pelo menos 75% da dívida detida pelo setor privado adiram à transação.

"Ficamos fortes o dia todo por causa da notícia que o Fed estuda uma nova forma para manter os juros de longo prazo baixos. Foi por isso que subimos hoje", disse Peter Boockvar, estrategista de ações da Miller Tabak. "Além disso, temos confiança que a Grécia conseguirá uma taxa de adesão em linha com o que esperávamos", acrescentou.

No final do dia, as ações ganharam um impulso adicional após dados mostrarem que o crédito ao consumidor cresceu US$ 17,8 bilhões em janeiro, muito mais do que os US$ 10 bilhões esperados pelo mercado.

O Dow Jones subiu 78,18 pontos, ou 0,61%, para 12.837,33 pontos, enquanto o Nasdaq avançou 25,37 pontos, ou 0,87%, para 2.935,69 pontos. O S&P 500 teve ganho de 9,27 pontos, ou 0,69%, para 1.352,63 pontos.

Entre os destaques da sessão, as ações da Apple fecharam em alta de 0,08% após a companhia apresentar o novo modelo de seu tablet, o iPad. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.