Tamanho do texto

SÃO PAULO - O dólar opera com leve alta ante o real, enquanto o mercado segue preocupado com o endividamento de países como Estados Unidos e França

. Mas a notícia de que o número de pedidos de seguro-desemprego nos EUA recuou para 395 mil na semana terminada em 6 de agosto, surpreendeu positivamente os investidores. Economistas esperavam estabilidade em 400 mil pedidos. Em consequência disso, os índices futuros em Wall Street que apontavam para um início de pregão negativo passaram a operar no território positivo. No mercado interno, os investidores seguem analisando balanços de empresas. Há pouco, o índice Bovespa subia 1,56%, aos 52.196 pontos. O dólar tinha ganho de 0,12% ante o real, cotado a R$ 1,625 na compra e a R$ 1,627 na venda. No mercado futuro, o contrato de setembro negociado na BM&FBovespa avançava 0,24%, a R$ 1,638. No mercado de câmbio externo, o Dollar Index, que mede o desempenho da moeda americana em relação a seis divisas, operava na direção oposta e registrava queda de 0,15%, aos 74,73 pontos. O euro, por sua vez, subia 0,23% ante o dólar, a US$ 1,42. (Karin Sato | Valor)

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.