Tamanho do texto

Moeda dos EUA também caiu no mercado internacional, num dia de negócios mais fracos

selo

O dólar comercial fechou em baixa de 0,44% nesta quarta-feira, cotado a R$ 1,583 no mercado interbancário de câmbio. O dólar à vista negociado na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F) recuou 0,33% para R$ 1,5847. O euro comercial caiu 0,13% e fechou a R$ 2,287.

O dólar foi negociado abaixo de R$ 1,59 o dia todo hoje. A taxa mínima registrada durante as transações foi de R$ 1,579 e a máxima, R$ 1,587. O recuo da moeda norte-americana no mercado internacional determinou o comportamento da divisa ante o real em meio a um volume de negócios mais fraco, segundo operadores de bancos e corretoras consultados pela Agência Estado.

Desde cedo, a decepção dos investidores com a decisão do Banco Central da Suíça de não atrelar o franco suíço ao euro se sobrepôs às medidas adotadas de injeção de liquidez no mercado com o objetivo de tentar conter a alta do franco, num esforço que não teve o efeito desejado, pelo menos hoje. O euro e o dólar seguiram em baixa ante o franco suíço após as notícias, enquanto o dólar caiu em relação a seus principais pares, como o euro e o iene. Rumores de compra de bônus pelo Banco Central Europeu também ajudaram a impulsionar a moeda única da região.

O Banco Central brasileiro fez hoje apenas um leilão de compra de dólar no mercado à vista, no qual fixou a taxa de corte das propostas em R$ 1,5848. Ontem, a autoridade monetária quebrou a rotina dos seis dias úteis anteriores e fez dois leilões na sessão, prática que não se repetiu hoje. Segundo um operador, a mudança de atuação do BC hoje pode ser consequência do fluxo cambial aparentemente negativo.

Câmbio turismo

Nas operações de câmbio turismo, o dólar fechou estável a R$ 1,657 na venda e R$ 1,553 na compra. O euro turismo subiu 0,84% no dia, cotado a R$ 2,39 na venda e a R$ 2,237 na compra.

Veja mais:

Ibovespa sobe, descola de Nova York e retoma 55 mil pontos