Tamanho do texto

Pressão sobre a moeda dos Estados Unidos aumenta após Cingapura ampliar a faixa de operação da divisa nacional

O índice do dólar ante uma cesta de divisas atingiu a mínima do ano nesta quinta-feira, enquanto o dólar australiano flertava com a paridade após Cingapura ampliar a faixa de operação da divisa nacional, aumentando a pressão sobre a moeda dos Estados Unidos.

O dólar australiano, que gera o maior rendimento entre as principais moedas, disparou para o maior valor em 28 anos, a 0,9994 dólar. Os investidores continuavam a vender o dólar norte-americano por expectativas de que o Federal Reserve comece uma nova rodada de estímulos no mês que vem.

Com as taxas de juros baixíssimas dos mercados desenvolvidos, investidores sedentos por rendimentos acumulam dinheiro nos países emergentes.

Cingapura ampliou a faixa de operações de sua moeda, dizendo que manterá a apreciação modesta e gradual do dólar de Cingapura. A autoridade monetária do país estabelece políticas através do gerenciamento da moeda nacional em uma faixa de operações secreta ante uma cesta de moedas, ao invés de estabelecer taxas de juros.

"Com efeito, a medida de Cingapura é um aperto de política monetária e mostra claramente que as economias asiáticas estão no lado oposto do espectro, comparadas à capacidade ociosa da economia norte-americana", disse Chris Turner, diretor de estratégia cambial dO ING.

O índice do dólar caiu 1 por cento para o menor patamar desde dezembro.

O euro, que alcançou a máxima em oito meses, acima de 1,41 dólar, encontra resistência em 1,4195 dólar, a máxima de 25 de janeiro.

As commodities tinham alta com a desvalorização do dólar, com o ouro atingindo uma máxima recorde e a prata chegando ao maior preço em 30 anos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.