Tamanho do texto

Por volta de 10h45, a moeda americana subia 0,25%, a R$ 1,766, após abrir com leve queda

selo

O dólar à vista oscila neste início de sessão, mas os contratos futuros da moeda estão em alta desde a abertura, em sintonia com os ganhos da divisa dos EUA no exterior. Lá fora, a moeda norte-americana ganhou sustentação, após o resultado da troca de dívida da Grécia , considerado bem-sucedido no primeiro momento.

Leia : Brasil ajuda com US$ 1 bilhão Lehman Brothers a pagar credores

O rumo dos negócios no mercado de moedas deve ser delineado ainda pelos dados do mercado de trabalho dos Estados Unidos, que mostram que o país criou 227 mil empregos em fevereiro, enquanto a taxa de desemprego se manteve estável em 8,3%.

No mercado local, os agentes financeiros devem manter a cautela porque o Banco Central e o governo brasileiro estão atentos aos movimentos do câmbio e podem atuar a qualquer momento, se eventualmente o dólar fraquejar ante o real. 

Às 10h45, o dólar à vista no balcão subia 0,25%, a R$ 1,766, na máxima, após abrir com leve queda de 0,28%, a R$ 1,7650.

Mais : Bolsas europeias oscilam após acordo para dívida da Grécia

Na BM&F, às 10h46, a moeda à vista recuava 0,02%, a R$ 1,7696, depois de subir levemente 0,02%, a R$ 1,7704 logo após a abertura. No mercado futuro, o dólar para abril de 2012 avançava 0,31%, a R$ 1,7765; e o vencimento para maio de 2012 desacelerou os ganhos e subia 0,28%, na mínima de R$ 1,788, depois de atingir a máxima de R$ 1,7920 (0,50%).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.