Tamanho do texto

Investidores temem que Portugal siga o mesmo caminho da Grécia e tenha de reestruturar sua dívida

selo

O custo do seguro da dívida de Portugal contra default atingiu mais um recorde, enquanto o país continua sendo prejudicado pelos receios dos investidores com relação ao pagamento das dívidas do governo português. Pouco antes das 8 horas (de Brasília), o spread (prêmio) dos swaps de default de crédito (CDS) de cinco anos de Portugal subia 18 pontos-base, para 1.280 pontos-base, segundo a provedora de dados Markit.

Os investidores temem que Portugal siga o mesmo caminho da Grécia e tenha de reestruturar sua dívida, implicando em perdas para os detentores de bônus do governo. A dívida portuguesa foi pesadamente vendida na semana passada em reação ao rebaixamento de seu rating para grau especulativo pela Standard & Poor's. O último recorde dos CDS havia sido de 1.263 pontos-base, atingido em 19 de janeiro. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.