Tamanho do texto

Porta voz Oliver Bailly diz que comissão "não escuta" e "não faz planos" baseados em rumores de rebaixamentos

A Comissão Europeia minimizou nesta quinta-feira os rumores sobre uma possível redução da classificação da dívida francesa, que provocaram fortes quedas nas bolsas e negou a especular com possíveis medidas em caso que esse risco se materializasse.

"As declarações pesam mais que os rumores para a comissão", ressaltou o porta-voz Oliver Bailly, e lembrou que as principais agências desmentiram as especulações e confirmaram que a nota francesa de AAA é estável.

Bailly insistiu que Bruxelas não escuta os rumores sobre a "degradação de tal ou qual agência a tal ou qual país" e, portanto, não está disposta a falar de possíveis planos baseados nesses cenários hipotéticos.

As bolsas europeias caíram na quarta-feira mais de 5% em um dia marcado pelos rumores de um rebaixamento da classificação da dívida da França, apesar dos esforços de Paris por tranquilizar a situação. Nesta quinta-feira, operam em baixa .

Veja também:

França nega rumor de rebaixamento do rating de crédito

Fitch desmente que tenha previsto diminuir nota da dívida francesa

Crescem chances de recessão nos EUA e Europa em seis meses

Bolsas europeias caem com temores sobre bancos

Obama e presidente do Fed reúnem-se após anúncio de juros baixos

França e Alemanha pedem rapidez nas reformas de Itália e Espanha