Tamanho do texto

Se a meta for cumprida, o Citibank deve encerrar o ano com 500 mil contas

selo

O Citibank pretende manter seu foco no segmento de alta renda e, para isso, tem por meta abrir 100 mil contas correntes em 2012, segundo o responsável pela área de pessoa física do banco no Brasil, Leonel Andrade. Se a meta for cumprida, o Citibank deve encerrar o ano com 500 mil contas.

No primeiro trimestre foram abertas 25 mil contas, de clientes com renda mensal acima de R$ 7 mil. "O Citibank sempre foi focado na alta renda e vai continuar assim", disse o executivo durante entrevista à imprensa nesta terça-feira, quando anunciou a entrada da Credicard, a financeira do Citi, no comércio eletrônico com a abertura do portal Shopping Credicard.

Andrade, que também é presidente da Credicard, assumiu em 2011 a área de varejo do banco. Segundo ele, isso vai permitir melhor integração do banco com a financeira. A Credicard tem 7 milhões de cartões emitidos e movimentou, no ano passado, R$ 32 bilhões. O Citi resolveu nos últimos anos reforçar as operações da Credicard. Antes a empresa só cuidava de cartões de crédito.

Quando assumiu a empresa, comprando a participação do Itaú, o Citi resolveu ampliar a atuação da Credicard, que entrou no financiamento a pessoas físicas, venda de seguros e, mais recentemente, no credenciamento de lojistas para bandeiras de cartões, em conjunto com a Elavon. Por enquanto, esse último segmento está em testes e a partir de maio as operações começam em escala maior.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.