Tamanho do texto

Em fevereiro, carteira de crédito do banco somou R$ 260 bilhões; instituição já responde por 12,8% do mercado

selo

A carteira de crédito da Caixa Econômica Federal (CEF) cresceu 39,5% nos 12 meses encerrados em fevereiro. O porcentual corresponde a um avanço de 22,2 pontos porcentuais na comparação com a expansão do mercado de crédito brasileiro no mesmo período, que ficou em 17,3% nos números do Banco Central (BC). Em fevereiro, a carteira de crédito do banco somou R$ 260 bilhões, volume que faz a instituição financeira responder por uma fatia de 12,8% do mercado.

Somente o segmento imobiliário contribuiu com R$ 160 bilhões no período, que representam uma alta de 40,2% e uma participação de 73,4% no mercado. Para 2012 a instituição estima um crescimento de 35% de sua carteira de crédito, o que elevaria, se concretizada a previsão, a participação da Caixa para 14% do mercado brasileiro.

Ainda nos últimos 12 meses encerrados em fevereiro o crédito à pessoa física na CEF cresceu 33,7%. A expansão, segundo o banco, foi estimulada pelo uso do cheque especial, que avançou 55,9%; pelo crédito consignado, que cresceu 28,4%; e por outras modalidades de empréstimo pessoal (53%). Já no crédito voltado à pessoa jurídica o crescimento no período foi de 41,3%. O destaque ficou com a linha de capital de giro, que registrou uma expansão de 45,8%, em um total liberado de R$ 35,5 bilhões. A caderneta de poupança cresceu 15,8%, passando a representar 35,9% desse mercado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.