Tamanho do texto

Valor é 67% maior que o ingresso de dólar no Brasil no acumulado do ano até 10 de setembro

selo

A poucos dias do fechamento da operação de aumento de capital da Petrobras, o Brasil já recebe uma enxurrada de dólares. Dados divulgados ontem pelo Banco Central (BC) mostram que entraram US$ 9,02 bilhões na semana passada, de 13 a 17 de setembro. O valor de apenas cinco dias foi 67% maior que o ingresso da moeda estrangeira em todo o ano até 10 de setembro, quando o País recebeu US$ 5,5 bilhões. 

De todos os dólares que chegaram na semana passada, 99,2% foram destinados à chamada conta financeira. Por essa via, entram os recursos para compra de ações - como os que serão destinados à aquisição de papéis da Petrobras. Também são contabilizadas transferências para investimento produtivo, compra de títulos de renda fixa e remessas de lucros, entre outros.

Pela conta financeira, o País recebeu US$ 8,94 bilhões na semana passada. O valor também foi maior que o acumulado em todo o ano de 2010 até 10 de setembro, quando o saldo acumulado era de US$ 7,73 bilhões. Pelas regras da capitalização da Petrobras, o dinheiro destinado à operação precisa estar disponível no Brasil em 29 de setembro, quando será feita a liquidação da compra. 

Estrangeiros têm até a próxima segunda-feira para trazer os dólares ao Brasil - já que, no mercado cambial, a liquidação é feita em dois dias no chamado "D+2". Assim, dólares transferidos ao País na próxima segunda, dia 27, estarão disponíveis em reais na quarta-feira seguinte, exatamente o dia da liquidação. 

"Estrangeiros já estão trazendo dólares e o fluxo deve continuar forte até a segunda-feira", diz o gerente de câmbio da Fair Corretora, Mário Battistel. Com o forte ingresso de dólares na semana passada, o BC acelerou a compra de dólares no mercado à vista, com mais de um leilão diário. Com isso, as reservas internacionais subiram US$ 5,05 bilhões na semana passada.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.