Tamanho do texto

Órgão afirmou que seguradora venda sua carteira de seguro rural

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou por unanimidade nesta quarta-feira a parceria entre Banco do Brasil e Mapfre Seguros, mas estabeleceu restrições.

O órgão seguiu o voto do relator Alessandro Octaviani, para que a Mapfre venda sua carteira de seguro rural, voltando aos níveis anteriores ao anúncio da parceria com o Banco do Brasil, o que equivalia a cerca de 10% desse mercado.

Além disso, segundo Octaviani, a venda tem de ser feita a uma terceira empresa que tenha "capacidade para competir em mercado relevante". O Cade determinou ainda que a Secretaria de Defesa Econômica (SDE) investigue alguns aspectos do mercado de seguros, como a venda casada com produtos bancários -caso do empréstimo rural oferecido juntamente com o seguro rural.

A SDE também terá de investigar a prática de corretagem sobre a compra de seguros obrigatórios e o mercado de resseguros. No caso das resseguradoras, haverá casos em que, segundo Octaviani, as empresas terminarão exercendo papel dominante no contrato de seguro propriamente dito.

A BB Mapfre, segunda maior seguradora do país em volume de prêmios, teve lucro líquido de R$ 813,9 milhões em 2011. O grupo foi formado em 30 de junho passado a partir da união entre o braço segurador do Banco do Brasil e a Mapfre Seguros.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.