Tamanho do texto

Rio de Janeiro, 21 out (EFE).- O Tesouro Nacional do Brasil captou R$ 1,1 bilhão entre quarta-feira e quinta-feira com sua primeira emissão de bônus em reais desde 2007.

Rio de Janeiro, 21 out (EFE).- O Tesouro Nacional do Brasil captou R$ 1,1 bilhão entre quarta-feira e quinta-feira com sua primeira emissão de bônus em reais desde 2007. Depois de captar R$ 1 bilhão na quarta-feira com a operação nos mercados da Europa e nos Estados Unidos, vendeu hoje outros R$ 100 milhões nos mercados asiáticos. Os bônus da República vendidos têm vencimento para janeiro de 2028 e foram oferecidos com taxa de juros de 10,25% ao ano. Como foram colocados pelo 112,226% de seu valor nominal, o rendimento anual dos investidores será de 8,85% ao ano, que serão pagos em duas cotas até o vencimento. Os recursos serão incorporados às reservas internacionais do Brasil de 27 de outubro e servirão para mudar títulos antigos de dívida externa que pagam maiores juros. A operação foi coordenada pelos bancos Deutsche Bank e Barclays e contou com o apoio do BB Securities e do Credit Suisse. A emissão foi a primeira feita pelo Brasil em moeda nacional desde 2007, quando lançou o mesmo tipo de bônus com vencimento para 2028 (BRL 2028). Foi o terceiro lançamento de títulos públicos do país nos mercados internacionais este ano, após as realizadas em abril e julho que permitiram captar R$ 1,537,5 bilhão. EFE cm/dm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.