Tamanho do texto

Instituições teriam interesse em clientes do banco de Silvio Santos e na sociedade com Caixa; mas o preço estaria muito alto

Os bancos Bradesco e Citibank estão interessados em comprar o banco Panameriano, de Silvio Santos, segundo o jornal Folha de S.Paulo, que cita fontes próximas às negociações. As duas instituições estão de olho nos 2,5 milhões de clientes do banco, na rede de 52 mil pontos de venda e na sociedade com a Caixa, que adquiriu 35,5% do capital do banco em novembro de 2009.

No entanto, o preço do Panamericano tem sido um problema nas negociações, segundo o jornal. Um valor razoável seria de 1,2 a 2,6 vezes o patrimônio líquido do banco. Se estiver correto o número apresentando pelo banco de Silvio Santos no balanço do segundo trimestre do ano passado, a instituição valeria de R$ 2,6 bilhões a R$ 3,5 bilhões. No entanto, o empresário já teria pedido aproximadamente R$ 8 bilhões, de acordo com a Folha de S.Paulo. Procurados pelo iG, o Bradesco e o Citi afirmam que não comentam rumores.

Em novembro do passado, um rombo de R$ 2,5 bilhões na contabilidade do banco quase o levou à falência. Na ocasião, o Fundo Garantidor de Crédito (FGC), entidade privada que recebe parte dos recursos que todos os correntistas mantêm em bancos, fez um aporte que permitiu a salvação da instituição.