Tamanho do texto

Apesar da baixa de 1,98% em março, a forte alta no primeiro bimestre deu ao Ibovespa o melhor desempenho em 13 anos; nesta sexta, o índice caiu 0,58%, a 64.510 pontos

O Ibovespa teve seu melhor primeiro trimestre desde 1999, com um ganho acumulado de 13,67% no período, segundo dados da Economática. O resultado só não foi melhor por conta da retração do índice em março, quando preocupações com a desaceleração da economia chinesa e seu impacto em todo o mundo deixaram os investidores mais cautelosos.

Depois de um avanço de 15,96% nos dois primeiros meses do ano , o Ibovespa caiu 1,98% em março e terminou o trimestre nos 64.510 pontos. 

Leia mais:  Dólar e euro sobem mais de 6% e são melhores aplicações do mês

Melhor aplicação de fevereiro, bolsa quase zera perdas de 2011

"Qualquer número fraco da China acaba pesando bastante na bolsa brasileira, que tem uma grande participação de empresas de commodities, das quais os chineses são grandes clientes," diz Luciana Pazos, chefe da divisão de gestão de fortunas da Mirae Asset Securities.

No exterior, a Ásia teve o melhor primeiro trimestre em 20 anos , com ganho de cerca de 12%. Os mercados da região foram subidos com a melhora do ânimo dos investidores com medidas que aliviaram a crise da dívida da Europa, além de um otimismo renovado com o crescimento da economia norte-americana.

Nos Estados Unidos, o Dow Jones e o S&P 500 tiveram o melhor primeiro trimestre desde 1998 . Para a Nasdaq, o resultado foi o melhor desde 1991.

Ibovespa cai nesta sexta

Nesta sexta-feira, o Ibovespa fechou descolado das bolsas internacionais. Enquanto os mercados europeus e norte-americanos terminaram o dia com ganho, o índice brasileiro caiu 0,56%. Depois de ter operado em alta pela manhã, inverteu o sinal e passou a cair durante a tarde.

Dados positivos dos Estados Unidos e a aprovação do aumento da proteção financeira para a zona do euro para 700 bilhões de euros pesaram favoravelmente aos ativos de risco.

Ainda assim, em um movimento de ajustes de final de trimestre pelos investidores - que optaram por realizar lucros que já haviam acumulado, o índice brasileiro acabou pendendo para o lado negativo. A cautela foi reforçada pela expectativa para a divulgação do dado de atividade da economia chinesa, que sai neste fim de semana.

Entre as ações mais negociadas, a Vale PNA subiu 1,12%, para R$ 41,46, enquanto Petrobras PN teve leve alta de 0,12%, para R$ 23,35. (Com Valor Online)

Colaborou Danielle Brant

    Leia tudo sobre: bovespa
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.