Tamanho do texto

Ibovespa fecha aos 66.806 pontos, e acumula ganho de 0,19% na semana. Ações da petrolífera caem 0,29%

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) chegou a cair nesta tarde, mas fechou em alta de 0,27%, no mesmo sentido das bolsas norte-americanas. Na semana, principal índice da Bovespa, Ibovespa, acumulou alta de ,019% e, no mês, já soma valorização de 2,5%. 

No sentido contrário do índice, as ações preferenciais da Petrobras tinham baixa de 0,29% no final do pregão, para R$ 27,52. Operadores são praticamente unânimes em dizer que a estatal tende a seguir fragilizada pelo menos até a formação do preço do papel na operação, em 23 de setembro. "Mas pode haver um alívio nos papéis depois", comenta o operador de renda variável de uma corretora paulista.

No mercado cambial, o dólar cravou a oitava queda seguida frente ao real nesta sexta-feira e encerrou no menor nível em nove meses. A moeda caiu 0,17%, a R$ 1,720 na venda, mesmo com dois leilões de compra de dólares no mercado à vista feitos pelo Banco Central.

Na Europa, rumores de que o banco alemão Deutsche Bank anunciará em breve uma oferta para aumentar seu capital em 9 bilhões de euros agitaram o mercado, e as bolsas fecharam em queda .

Em Nova York, o índice Dow Jones subiu 0,46% , o Nasdaq ganhou 0,28% e o S&P 500 registrou alta de 0,49%. A agenda econômica dos Estados Unidos teve os estoques e vendas no atacado , que subiram 1,3% em julho, a maior alta em dois anos.

No ínicio da tarde, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, fez um pronunciamento em que disse que a turbulência vivida pela economia nos últimos anos é um resultado direto de quase dez anos de domínio político dos republicanos e que somente os democratas têm um plano adequado para enfrentar os ventos contrários.

(Com agências)

    Leia tudo sobre: Bovespa
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.