Tamanho do texto

Bolsa brasileira assinou memorando com Bolsa de Shenzhen, que teve 100 ofertas públicas iniciais de ações este ano

Edemir Pinto (Bovespa) e Song Liping (China) em evento em Campos do Jordão (SP)
Divulgação
Edemir Pinto (Bovespa) e Song Liping (China) em evento em Campos do Jordão (SP)
O memorando de entendimentos assinado nesta sexta-feira entre a BM&FBovespa e a Bolsa de Shenzhen, da China, tem como objetivo a troca de informações, sendo que a bolsa brasileira pretende aprender com a experiência chinesa de ofertas públicas iniciais de companhias pequenas e médias. Em um segundo momento, serão criados produtos conjuntos de investimentos que permitam, por exemplo, que brasileiros invistam em empresas chinesa e vice-versa.

“Nosso objetivo é fazer um intercâmbio com o mercado chinês, que vem apresentando um crescimento espetacular, principalmente com empresas pequenas e médias,” afirmou Edemir Pinto, presidente da BM&FBovespa, após a assinatura do memorando, que aconteceu durante o 5º Congresso Internacional de Mercados Financeiro e de Capitais, em Campos do Jordão. A bolsa chinesa possui uma plataforma dedicada a essas empresas, chamada ChiNext.

Segundo Song Liping, presidente da Bolsa de Shenzhen, foram feitos cerca de 300 IPOs. “Temos 2 mil companhias listadas e este ano tivemos mais de 100 aberturas de capital, “ afirmou.

A listagem de empresas nas duas bolsas, chamada de “cross listing”, e de lançamento de produtos de investimento em conjunto é um plano para longo prazo, segundo os representantes das duas bolsas, uma vez que qualquer ação depende da aprovação de reguladores do mercado. “Primeiro vamos diagnosticar as diferenças dos mercados, depois levar um plano para o regulador,” afirmou Pinto.

Leia também:

Jogo de Facebook que simula bolsa dá dinheiro real a usuários

Investidor deve evitar vender ações e realizar prejuízos

CVM critica predominânica de IPO de grande porte

    Leia tudo sobre: bovespa

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.