Tamanho do texto

Ibovespa caiu 0,20%, aos 68.257 pontos, um pregão depois de ter atingido maior patamar em 11 meses

A Bolsa de Valores de São Paulo fechou em baixa nesta quarta-feira, com os investidores embolsando os ganhos obtidos no pregão anterior, quando a Bovespa atingiu o maior patamar em onze meses . O Ibovespa, principal índice da bolsa, encerrou com queda de 0,20%, aos 68.257 pontos. O volume financeiro negociado foi de R$ 7,5 bilhões.

O dia foi de realização de lucros para os investidores da bolsa, que abriu em alta, mas, por volta de 12h, mudou de direção e passou a cair. “A abertura em alta foi na esteira do fechamento de ontem, quando a bolsa bateu a máxima do ano, enquanto lá fora o Dow Jones atingiu o maior patamar desde 2007”, explica Frederico Lukaisus, gerente da mesa de operações Bovespa da Fator Corretora.

Veja : Dólar sobe e fecha no maior valor desde início de janeiro

A forte queda das ações da Vale ajudaram a puxar a Bovespa para baixo. Os papéis preferenciais tiveram baixa de 1,18%, a R$ 41,10, enquanto os ordinários fecharam com desvalorização de 1,01%, a R$ 42,27. “As ações da Vale continuam caindo por causa da briga judicial com o governo por conta da isenção fiscal ”, explica Eduardo Oliveira, da equipe de análise da UM Investimentos.

As ações da Brookfield lideraram as perdas nesta quarta, com baixa de 4,80%, a R$ 6,74. A empresa divulgou hoje que registrou queda de 11,6% no lucro no quarto trimestre do ano passado. “Foi em linha com o previsto pelo mercado, que, mesmo assim, acabou não gostando muito do resultado”, afirma Lukaisus.

Mais : Bolsas da Europa reagem com ganhos a leilão da Itália

A B2W e a Lojas Americanas também fecharam em baixa, após a Fundação Procon-SP ter suspendido as vendas dos sites Americanas.com e Submarino por 72 horas. A B2W também foi afetada por um relatório do e-bit que indicou que a participação de mercado da companhia despencou de 57% em 2007 para 25% no ano passado. No fim do pregão, as ações da B2W caíram 3,40%, a R$ 9,65, e as da Lojas Americanas tiveram baixa de 3,60%, a R$ 17,40.

Nem mesmo a alta das ações da Petrobras ajudou a refrear a queda da bolsa. No fechamento, os papéis preferenciais subiram 1,27%, a R$ 24,74, enquanto os ordinários tiveram alta de 0,16%, a R$ 25,69.

Segundo Eduardo Oliveira, indicadores domésticos devem ter impacto na bolsa nesta quinta-feira, principalmente com a divulgação da ata do Copom. “Caso o governo adote alguma medida para proteger o real, a bolsa pode ser afetada também”, afirma o analista da UM Investimentos.

    Leia tudo sobre: bovespa
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.