Tamanho do texto

Investidores se preocupam com desaceleração da atividade industrial global. No Ibovespa, destaque para quedas de JBS e PDG Realty

Dados econômicos da China e da Europa trouxeram pessimismo aos investidores nesta quinta-feira. O Ibovespa fechou o dia com baixa de 1,54%, cotado em 65.828 pontos. Se nas útlimas semanas o mercado operava animado pelas perspectivas de que uma maior liquidez na Europa pudesse favorecer a economia, agora os números de atividade industrial em países europeus e na China reforçam a ideia de que a realidade da economia global continua bastante preocupante.

"Está ficando claro que a China e também os Estados Unidos dependem bastante da Europa. E as notícias mostram que a economia europeia está, mesmo, em uma baita crise. Quando saem dados ruins como os de hoje, o mercado coloca isso nos preços," diz Pedro Paulo Silveira, economista da corretora TOV. Na opinião dele, o pessimismo permanece amanhã, o que deve fazer o Ibovespa terminar a semana em baixa e anular os ganhos que tinha somado no início do mês.

Veja também: Atividade industrial da China se enfraquece e assusta mercados

Economia da zona do euro mostra declínio inesperado em março

Na China, o indicador do HSBC mostrou que a atividade industrial caiu para o menor patamar em quatro meses. Na Alemanha, a atividade industrial também decepcionou os mercados em março e pesou sobre o PMI Composto da zona do euro, elaborado pelo Instituto Markit. A atividade de empresas manufatureiras da região caiu do patamar de 48,7 em março, ante 49,3 em fevereiro. A redução dos pedidos de auxílio desemprego nos Estados Unidos não foi suficiente para trazer otimismo aos mercados.

Na Bolsa de Nova York, o índice Dow Jones caía 0,60% no final dos negócios, a Nasdaq perdia 0,39% e o S&P500 recuava 0,64%. Na Europa, As principais bolsas fecharam bom baixas superiores a 1%. Leia mais: Bolsas da Europa recuam com atividade industrial ruim

Dentro do Ibovespa, as ações de JBS e PDG Realty lideravam as quedas. A ação do frigorífico JBS recuava 6,97% no final dos negócios, para R$ 7,61. A empresa divulgou balanço abaixo do esperado por analistas.

Já o papel da PDG Realty caía 4,10%, cotado em R$ 6,54. Segundo operadores, o mercado espera números ruins para a companhia no quarto trimestre. O balanço sai no dia 29 de março. Ainda sobre a empresa, na quarta-feira foi informado que a americana T. Rowe Price Associates comprou 113,657 milhões de ações ordinárias da incorporadora, o equivalente a 10,11% do capital, em operações realizadas no dia 19 de março.

Leia mais: Mercado questiona se Facebook vale US$ 100 bilhões

(Com Valor Econômico)

    Leia tudo sobre: bovespa
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.