Tamanho do texto

Refletindo a cautela dos investidores em relação à Europa, o Ibovespa chegou a atingir o menor nível desde outubro durante o dia

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou a segunda-feira em queda. O Ibovespa, principal índice da bolsa, chegou a recuar 2,22% durante o dia _ao menor nível em sete meses_, mas no final do pregão mostrou uma leve recuperação e fechou com perda de 0,86%, aos 62.724 pontos, menor nível desde 3 de novembro de 2009. O giro financeiro foi de R$ 9,7 bilhões, intensificado pelo vencimento de opções.

Temores em relação ao pacote de ajuda à Grécia e às demais economias europeias continuam trazendo cautela aos mercados. "Desde o anúncio do Plano Europeu para salvar o Euro o mercado tem passado por uma montanha russa influenciado pelo nervosismo natural decorrente da implementação de uma ação deste montante", comentam os economistas da Gradual Investimentos em relatório desta manhã.

Nos Estados Unidos, a Nasdaq subia 0,31% e o S&P 500 tinha alta de 0,11% por volta de 17h00. Na Europa , as bolsas não definiram tendência nesta segunda-feira, com os investidores ainda em dúvida sobre o futuro financeiro da região.

Já os mercados asiáticos caíram com temores de que as medidas de austeridade na Europa irão ameaçar a recuperação econômica global. A Bolsa de Hong Kong atingiu o menor nível em mais de três meses. O índice Hang Seng caiu 430,23 pontos, ou 2,1%, e terminou aos 19.715,20 pontos, o pior fechamento desde 8 de fevereiro.

Euro

O euro atingiu o valor mais baixo em relação ao dólar em quatro anos nesta segunda-feira. O desapontamento sobre a crise de dívida da Europa levou os investidores a tirar dinheiro de ativos mais arriscados e colocá-lo em mercados mais seguros, como os de ouro e bônus asiáticos. A moeda chegou a cair a US$ 1,223, o menor nível desde abril de 2006.

Dólar

O dólar oscilou durante o início dos negócios, mas fechou o primeiro dia da semana em alta de 0,44% em relação ao real, para R$ 1,812 na venda.

(Com agências)

    Leia tudo sobre: Bovespa
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.