Tamanho do texto

As Bolsas europeias iniciaram a semana em alta, em meio à melhora do sentimento dos investidores em relação à recuperação da economia global. Notícias de negociações entre diversas empresas também contribuíram para o movimento.

As Bolsas europeias iniciaram a semana em alta, em meio à melhora do sentimento dos investidores em relação à recuperação da economia global. Notícias de negociações entre diversas empresas também contribuíram para o movimento. O índice pan-europeu Stoxx 600 fechou em alta de 1,23%, aos 252,54 pontos, beneficiado principalmente pelo bom desempenho do conglomerado industrial Siemens (alta de 4,03%) e pela mineradora Rio Tinto (avanço de 3,03%).

O índice CAC-40 da Bolsa de Paris fechou em alta de 1,98%, aos 3.626,04 pontos. Em Frankfurt, o Dax subiu 1,28%, para 6.125,00 pontos. Na Bolsa de Londres, o índice FTSE-100 avançou 0,74%, para 5.202,13 pontos. Já a Bolsa de Madri avançou 0,23%, para 9.584 pontos.

Hoje, o presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) de Saint Louis, James Bullard, disse que a recuperação da economia global parece muito forte. Além disso, indicadores econômicos positivos foram divulgados na zona do euro: a produção industrial dos 16 países que adotam o euro como moeda avançou 0,8% em abril ante março e 9,5% ante abril de 2009.

"A atividade econômica, tanto nominal quanto real, continuou a surpreender no segundo trimestre", avaliou Edmund Shing, estrategista do Barclays. "Ainda há risco de queda pesando sobre a zona do euro e, consequentemente, sobre a recuperação econômica global. No entanto, nós acreditamos que esses riscos estão mais do que precificados no que diz respeito às ações europeias", explicou.

Notícias sobre acordos em negociação também beneficiaram as ações europeias hoje. Os papéis da seguradora francesa Axa subiram 3,74%, depois de a britânica Resolution ter informado que está em negociações para a aquisição da maior parte dos negócios de seguros de vida da Axa no Reino Unido. O preço total da transação alcançaria 2,75 bilhões de libras. Os negócios com as ações da Resolution foram suspensos em Londres.

As ações do Société Générale subiram 3,91%, após o banco francês ter informado que seu braço Credit du Nord está em negociações exclusivas para comprar o Société Marseillaise do BPCE por 872 milhões de euros. Já a British Petroleum (BP) informou que o custo da resposta ao derramamento de óleo no Golfo do México já alcança US$ 1,6 bilhão. Em Londres, os papéis da BP caíram 9,30%. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.