Tamanho do texto

Mercado espera reunião do Federal Reserve sobre o panorama da economia

selo

As bolsas nova-iorquinas abriram em alta hoje, enquanto esperam pelo comunicado que será divulgado após a reunião do Comitê do Mercado Aberto (Federal Open Market Committee, FOMC), Federal Reserve. Às 10h56, Dow Jones e Nasdaq subiam 0,32% e 0,65%, respectivamente.

Os dados de vendas no varejo nos EUA em fevereiro vieram conforme esperado pelo mercado e não mexeram com os índices futuros. As vendas cresceram 1,1%, para US$ 407,81 bilhões, no mês passado ante janeiro, a maior alta em cinco meses. Na comparação anual, as vendas aumentaram 6,5%.

"O clima mais quente neste inverno parece ter tido impacto mais positivo do que o esperado nos gastos do consumidor", observa o diretor-gerente do BNY Mellon, Michael J. Woolfolk. "No entanto, sem uma confirmação das pesquisas de confiança do Conference Board e da Universidade de Michigan, a explicação mais plausível é de que a temperatura mais amena simplesmente adiantou as compras da primavera", acrescenta.

De qualquer modo, vários indicadores vêm mostrando melhora da economia americana e o Fed deve dar hoje sinais de que percebe esse avanço sem, no entanto, dar pistas sobre uma mudança na trajetória dos juros. A decisão do Comitê de Mercado Aberto (FOMC, na sigla em ingles) do Fed será anunciada às 15h15 (de Brasília).

A Europa, aos poucos, parece voltar aos trilhos. Na Alemanha, o índice ZEW de expectativas econômicas subiu para 22,3, da leitura sem revisão de 5,4 em fevereiro, superando bastante a previsão de aumento para 10,0 e o maior nível desde junho de 2010. Foi a quarta alta consecutiva do índice, que sinaliza que o piora da crise na zona do euro já pode ter passado.

Na Grécia, a expectativa agora é com o recebimento do primeiro pagamento do segundo pacote de resgate ao país, de € 130 bilhões. A primeira tranche deve sair antes de 20 de março.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.