Tamanho do texto

Às 10h40, o índice Dow Jones subia 1,22%, o Nasdaq avançava 1,09% e o S&P 500 tinha alta de 1,27%

selo

As bolsas de Nova York abriram em alta, impulsionadas por notícias corporativas. Mais cedo, no pré-mercado, as ações da Motorola Mobility disparavam diante da notícia de que a empresa será comprada pelo Google por cerca de US$ 12,5 bilhões (US$ 40,00 por ação), um prêmio de 63% sobre o valor dos papéis no fechamento de sexta-feira. Às 10h40 (horário de Brasília), o índice Dow Jones subia 1,22%, o Nasdaq avançava 1,09% e o S&P 500 tinha alta de 1,27%.

Neste início de semana, os investidores aguardam a reunião de amanhã entre o presidente da França, Nicolas Sarkozy, e a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, que vão discutir uma reforma de governança na zona do euro. O objetivo é alcançar maior convergência fiscal e igualdade de competitividade no bloco. Sarkozy e Merkel não devem, no entanto, conversar sobre eurobônus, segundo já foi informado.

Hoje, os dados sobre o fluxo de capital nos Estados Unidos e a atividade industrial não ajudaram o mercado. O índice de atividade Empire State caiu para -7,72 em agosto, de -3,76 em julho. O resultado frustrou a estimativa de alta para 1,5 e marcou nova queda, pelo terceiro mês seguido. Outro dado negativo foi o de que investidores estrangeiros venderam uma quantidade recorde de títulos do Tesouro americano em junho, US$ 18,3 bilhões, a maior saída desde junho de 2000.