Tamanho do texto

Mercados apresentam volatilidade no pregão desta quinta-feira; em Londres, destaque são ações do Lloyds, com alta de 8%

No dia seguinte à aprovação do pacote de austeridade pelo Parlamento grego, parte das bolsas da Europa apresenta volatilidade, oscilando entre leves altas e baixas.

Em Londres, o destaque fica por conta das ações do Lloyds, que subiam mais de 8% com a notícia de que a instituição pretende economizar 1,5 bilhão de libras (US$ 2,4 bilhões) em 2014.

Outros papéis do setor bancário também registravam ganhos, levando o FTSE-100 à valorização de 0,55%, com 5.888,30 pontos. As ações do Royal Bank Of Scotland avançavam, há pouco, 2,53% e as do Barclays, 0,84%.

Na bolsa de Paris, os papéis do BNP Paribas subiam 1,02%, contribuindo para a alta de 0,27% do CAC-40, que marcava 3.934,80 pontos. As ações do Carrefour caíam 1,5% e lideravam as perdas desta sessão na bolsa francesa. Os papéis reagem à proposta de fusão das operações no Brasil com as do Grupo Pão de Açúcar.

Em Frankfurt, o índice DAX avançava 0,08%, para 7.299,80 pontos, com as ações do Deutsche Bank ganhando 0,22%. As montadoras, por sua vez, operavam no vermelho, com as ações da BMW caindo 1,86%, acompanhadas pelas da Volkswagen (-1,56%) e da Daimler (-0,33%). 

O Ibex-35, de Madri, contabilizava alta de 0,89%, aos 10.233,50 pontos, e o FTSE-MIB, de Milão, avançava 0,12%, para 19.876,00 pontos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.