Tamanho do texto

Empresas de metais perdem por causa da baixa nos preços de commoditties

Os mercados asiáticos fecharam no campo negativo nesta terça-feira. A maioria das bolsas da região teve queda acentuada, devido à realização de lucros e a notícias negativas vindas da China. Não houve negociações no Japão por ser feriado.

A Bolsa de Hong Kong fechou no vermelho pelo terceiro pregão seguido, em meio a uma consolidação após a forte sequência do início do ano. O mercado também seguiu o embalo negativo das bolsas chinesas por causa das preocupações sobre os decepcionantes resultados dos balanços bancários. O índice Hang Seng perdeu 227,05 pontos, ou 1,1%, e encerrou aos 20.888,24 pontos.

As Bolsas da China tiveram forte retração, devido à realização de lucros no setor financeiro e às perdas nas empresas de metais, por causa da baixa nos preços globais das commodities. O índice Xangai Composto caiu 1,4% e terminou aos 2.376,84 pontos. O índice Shenzhen Composto perdeu 2,2% e fechou aos 972,03 pontos.

O yuan fechou em baixa ante o dólar, devido à forte demanda por corporações, apesar dos esforços do banco central em conduzir a divisa chinesa a alta via taxa diária de referência. No mercado de balcão, o dólar terminou cotado em 6,3241 yuans, de 6,3233 yuans ontem. A taxa de paridade central dólar-yuan foi fixada em 6,3029 yuans, de 6,3082 yuans na véspera.

Em Taiwan, a Bolsa de Taipé encerrou o dia em baixa, com os investidores relutantes em comprar na falta de dados incentivadores e com ações de pesos pesados cotadas a preços altos. O índice Taiwan Weighted caiu 0,89% e fechou aos 7.972,70 pontos.

A Bolsa de Seul, na Coreia do Sul, também fechou no vermelho, diante da falta de notícias positivas. Ganhos da Samsung Electronics e em ações de refinarias deram algum apoio ao mercado. O índice Kospi caiu 0,24% e terminou aos 2.042.15 pontos.

Já na Austrália, a Bolsa de Sydney fechou em baixa após comentários negativos feitos pela BHP Billiton e Rio Tinto sobre a China. O índice S&P/ASX 200 recuou 0,37% e encerrou aos 4.275,02 pontos.

A realização de lucros voltou a pesar na Bolsa de Manila, nas Filipinas, depois de o índice atingir recorde de pontuação na sexta-feira. O índice PSE caiu 0,5% e terminou aos 5.102,25 pontos.

A Bolsa de Cingapura fechou em alta, na contramão das demais da região, com os investidores adquirindo papéis após três sessões de baixa. O índice Straits Times subiu 0,4% e fechou aos 3.002,73 pontos.

O índice SET da Bolsa de Bangcoc, na Tailândia, avançou 0,6% e fechou aos 1.196,60 pontos, com compras de fundos estrangeiros.

O índice composto da Bolsa de Jacarta, na Indonésia, recuou 0,1% e fechou aos 4.022,17 pontos, pressionado por declínios nas demais regionais.

O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur, na Malásia, subiu 0,3% e fechou aos 1.577,62 pontos, na expectativa do discurso do presidente do Fed, Ben Bernanke, mais tarde.

Europa

As bolsas europeias abriram em queda nesta terça-feira. Na Inglaterra, o índice FTSE 100 opera com queda de 0.46%. Na Alemanha, a bolsa de valores opera com baixa de 0.59%, nesta manhã.

Na Itália, o índice FTSE MIB registra alta 0.41%, enquanto a bolsa de valores da Espanha registra alta de 0.09%. Na França, o índice CAC 40 opera com alta de 0.75%.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.