Tamanho do texto

Recuperação em Wall Street e presença de investidores em busca de ofertas de ocasião contribuem para resultado positivo no pregão

selo

No embalo da boa recuperação em Wall Street e nas bolsas globais, os mercados asiáticos fecharam em alta. A presença de investidores em busca de ofertas de ocasião, após dois dias de pesadas perdas, também contribuiu para o resultado positivo. Segundo analistas, contudo, é cedo para dizer que a tendência baixista ficou para trás.

Este foi o caso na Bolsa de Hong Kong, que encerrou seis pregões consecutivos no vermelho. No entanto, o tamanho da recuperação não chegou perto das pesadas perdas verificadas no período. O índice Hang Seng subiu 452,97 pontos, ou 2,34%, e encerrou aos 19.783,67 pontos - nas últimas seis sessões, o índice acumulou queda de 14,7%.

Na China, as Bolsas fecharam no campo positivo, após o governo indicar um ponto final no atual ciclo de medidas de aperto monetário. O índice Xangai Composto subiu 0,9% e terminou aos 2.549,18 pontos. O índice Shenzhen Composto ganhou 1,4% e encerrou aos 1.127,03 pontos.

O yuan subiu para novo recorde de alta ante o dólar, após o banco central elevar a moeda acentuadamente, o que traders disseram sinalizar que a autoridade monetária pretende usar a taxa de câmbio para deter a alta de preços ao consumidor. No mercado de balcão, o dólar fechou cotado em 6,4181 yuans, de 6,4306 yuans ontem. A taxa de paridade central foi fixada em 6,4167 yuans, de 6,4335 yuans ontem.

Com recuperação técnica, a Bolsa de Taipé, em Taiwan, teve elevação de 3,25%. O índice Taiwan Weighted finalizou aos 7.736,32 pontos, mas a confiança do investidor segue frágil, segundo analistas.

Na Coreia do Sul, a Bolsa de Seul apresentou volatilidade e fechou em ligeira alta, após seis pregões seguidos de queda nos quais acumulou perdas de 17%. O índice Kospi, que durante o pregão chegou a subir 4,2%, encerrou com elevação de 0,27%, terminando aos 1.806,24 pontos.

Já a Bolsa de Sydney, na Austrália, estendeu a recuperação de 1,2% obtida na terça-feira. O índice S&P/ASX 200 subiu mais 2,6% e fechou aos 4.141,3 pontos.

Em Manila, a Bolsa das Filipinas recuperou parte das perdas do pregão anterior. O índice PSE subiu 3,20% e encerrou aos 4.290,14 pontos, após queda de 4,02% na véspera.

A Bolsa de Cingapura recuou a novo recorde de baixa em 13 meses, diante das incertezas dos investidores sobre o cenário macroeconômico global. O índice Straits Times cedeu 2,2% e fechou aos 2.821,09 pontos.

O índice composto da Bolsa de Jacarta, na Indonésia, subiu 3,4% e fechou aos 3.863,57 pontos, ajudado por Wall Street, mas com investidores ainda cautelosos com as perspectivas para a economia dos EUA.

O índice SET da Bolsa de Bangcoc, na Tailândia, reverteu seis sessões seguidas de perdas e avançou 1,7%, fechando aos 1.060,21 pontos.

O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur, na Malásia, ganhou 0,6% e fechou aos 1.480,52 pontos, acompanhando as demais asiáticas. As informações são da Dow Jones.