Tamanho do texto

Bolsas da Ásia fecham trimestre em alta com foco na Europa

TÓQUIO, 30 Mar (Reuters) - As ações asiáticas firmaram-se e fecharam o melhor primeiro trimestre em mais de 20 anos nesta sexta-feira, regressando para um novo ano de rali antes de uma reunião que pode impulsionar os recursos para resgate na zona do euro.

O índice MSCI para a região Ásia-Pacífico com exceção do Japão ganhava 0,54 por cento às 8h (horário de Brasília), operando em território positivo após um declínio de dois dias, mas ainda abaixo da máxima em uma semana registrada dias atrás.

O índice asiático caminha para acumular ganho trimestral de quase 12 por cento, o melhor resultado desde o terceiro trimestre de 2010 e o melhor primeiro trimestre em 21 anos, refletindo medidas para aliviar a crise de dívida da Europa e as esperanças sobre o ritmo de crescimento nos Estados Unidos e no mundo.

O índice Nikkei do Japão caiu 0,31 por cento, recuando da máxima de um ano registrada na quinta-feira, mas com alta acumulada de mais de 19 por cento e caminhando para o melhor primeiro trimestre em 24 anos.

"A Europa é o maior fator de risco no segundo trimestre, com as eleições na Grécia e na França potencialmente alimentando dúvidas sobre os compromissos com reformas fiscais, caso aqueles que se opõem às medidas de austeridade vençam", disse o economista do Mizuho Corporate Bank em Tóquio, Daisuke Karakama.

Os ministros das Finanças da zona do euro, que se reunirão em Copenhague nesta sexta-feira, devem concordar em quase dobrar os recursos financeiros temporariamente, em uma ação que deve ajudar Itália e Espanha, embora a Alemanha defenda um aumento menor.

O índice de Xangai subiu 0,47 por cento, a bolsa de Taiwan avançou 0,77 por cento e Cingapura ganhou 0,55 por cento.

O índice de Seul encerrou em baixa de 0,02 por cento, Hong Kong recuou 0,26 por cento e Sydney fechou com desvalorização de 0,06 por cento.

(Reportagem de Chikako Mogi)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.