Tamanho do texto

Em Tóquio, o índice Nikkei subiu 0,27%, apesar de uma onda de realizações de lucros

As bolsas de valores asiáticas fecharam em alta nesta quarta-feira, após dados manufatureiros da China ficarem em linha com as expectativas.

Em Tóquio, o índice Nikkei ganhou 0,27% , apesar de uma onda de realizações de lucros após a valorização do último pregão, induzida por números da indústria japonesa.

O índice da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão subia 0,41% às 7h58 (horário de Brasília), puxado pelo setor de recursos naturais, que seguia a alta do petróleo e dos metais.

Os mercados não foram perturbados pela pesquisa que mostrou desaceleração na expansão manufatureira da China, com o peso dos controles de crédito do governo e da falta de energia.

O crescimento das fábricas chinesas em maio foi o menor em ao menos nove meses, com o volume de novas encomendas diminuindo, segundo duas pesquisas publicadas nesta quarta-feira.

Embora a desaceleração tenha ficado em linha com o previsto e a expansão continuado, a redução das encomendas pode significar mais fraqueza no futuro e uma demanda menor por ativos de risco, como ações e commodities.

O índice de Seul teve leve queda de 0,05%. Em Hong Kong, o mercado retrocedeu 0,24% e a bolsa de Taiwan avançou 0,82%, enquanto o índice referencial de Xangai ficou estável. Cingapura encerrou em alta de 0,41% e Sydney fechou em baixa de 0,02%.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.