Tamanho do texto

Notícias de que banco central norte-americano estabeleceu uma meta de inflação e irá comprar mais ativos impactou os mercados

Nesta quinta-feira, os mercados asiáticos reagiram ao pronunciamento do presidente do Fed, feito nesta quarta-feira de noite. Ben Bernanke afirmou que comprará mais ativos para impulsionar o crescimento econômico. Além disso, o diretor do banco central norte-americano ainda estabeleceu uma meta de inflação de 2%, algo inédito para a instituição, e fechou a meta de juros entre 0 e 0,25%.

O resultado destas declarações pode se ver no fechamento da bolsa chinesa, o índice Hang Seng encerrou esta quinta-feira com forte aceleração de 1,63%. No Japão, as notícias norte-americanas entraram em conflito com dados sobre a balança comercial do país, que apresentou déficit pela primeira vez em 30 anos, por isso, o índice Nikkei fechou em baixa de 0,4%.

Europa

Na Europa, o movimento dos mercados é positivo nesta quinta-feira. Investidores ainda estão de olho nas reuniões do Fórum Mundial Econômico, que acontece em Davos, e nas discussões entre credores e gregos.

Na Inglaterra, o FTSE 100 opera em alta de 0,46% ; na França, o CAC-40 acelera 0,41%; na Alemanha o DAX ganha 0,35% e, na Itália, o MIB vai a 0,37% positivo.

(com agências)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas