Tamanho do texto

Mercados foram influenciados pelo forte recuo em Wall Street e pela alta das taxas básicas de juro na China

selo

A maioria dos mercados da Ásia fechou no vermelho nesta quarta-feira. As bolsas foram influenciadas pelo forte recuo em Wall Street e pela elevação das taxas básicas de juro na China. Também houve realização de lucros. O índice Hang Seng da Bolsa de Hong Kong encerrou com perda de 0,87%, fechando aos 23.556,50 pontos.

Na China, o índice Xangai Composto terminou com a maior pontuação desde 21 de abril, impulsionado pelas ações de seguradoras depois do aumento de juros decidido ontem pelo banco central. O índice subiu 0,1% e fechou aos 3.004,48 pontos.

O yuan teve nova desvalorização sobre o dólar, após Pequim assinalar sua intenção de resistir ao capital especulativo, com a adoção de uma surpreendente alta na taxa de paridade central dólar-yuan (de 6,6553 yuans para 6,6754 yuans). No mercado de balcão, o dólar fechou cotado em 6,6519 yuans, de 6,6447 yuans do fechamento de terça-feira.

Em Taiwan, a Bolsa de Taipé encerrou o dia em alta, recuperando-se das perdas de sessões anteriores, com bancos governamentais e investidores estrangeiros aproveitando para comprar. O índice Taiwan Weighted subiu 1% e fechou aos 8.124,62 pontos.

A Bolsa de Seul, na Coreia do Sul, fechou em alta, encerrando uma sequência de dois dias com perdas. O forte interesse em ações dos setores automobilístico, financeiro e de tecnologia compensou o movimento de vendas de investidores estrangeiros, influenciado pelos números negativos de Wall Street. O índice Kospi avançou 0,7% e terminou aos 1.870,44 pontos.

Na Austrália, o índice S&P/ASX 200 da Bolsa de Sydney teve recuo de 0,7% e fechou aos 4.624,9 pontos, liderado pelas ações de empresas de matérias-primas e de energia.

A Bolsa de Manila, nas Filipinas, recuperou-se das perdas iniciais graças à procura por pechinchas e fechou praticamente estável. O índice PSE avançou apenas 0,02% e fechou aos 4.191,96 pontos.

A Bolsa de Cingapura teve baixa depois de surpreendente alta das taxa de juros da China por conta de preocupações sobre o crescimento econômico da Ásia, levando os investidores a realizar lucros. O índice Straits Times perdeu 0,4% e fechou aos 3.179,15 pontos.

O índice composto da Bolsa de Jacarta, na Indonésia, cedeu 0,4% e fechou aos 3.578,95 pontos, liderado por vendas em muitas ações relacionada ao petróleo após baixa nos preços da commodity, que caíram devido à alta nas taxas de juro de empréstimos da China.

O índice SET da Bolsa de Bangcoc, na Tailândia, caiu 0,1% e fechou aos 988,11 pontos, devido à elevação da taxa de juro na China, o que pressionou os índices na Ásia. As perdas, contudo, cederam após o Banco da Tailândia manter inalterada a taxa de juro em 1,75%, como esperado, mas sem medidas adicionais anunciadas.

O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur, na Malásia, recuou 0,1% e fechou aos 1.486,78 pontos, pressionado por realizações de lucros em meio a declínios nos mercados regionais e no dos EUA após a surpreendente elevação das taxas de juro na China ontem. As informações são da Dow Jones .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.