Tamanho do texto

Investidores de Wall Street foram influenciados pelos dados do crescimento chinês no ano passado

O índice Dow Jones Industrial da Bolsa de Nova York fechou nesta terça-feira em alta de 0,48%, aos 12.482,07 pontos. Já o indicador seletivo S&P 500 subiu 0,36% e ficou nos 1.293,67 pontos, enquanto o índice composto da bolsa eletrônica Nasdaq avançou 0,64%, encerrando aos 2.728,08.

No primeiro pregão da semana, já que segunda-feira foi feriado nos Estados Unidos pelo dia de Martin Luther King, os investidores de Wall Street foram influenciados pelos dados do Produto Interno Bruto (PIB) da China, que cresceu 8,9% no quarto trimestre de 2011, dois décimos a menos que no terceiro, mas acima do previsto pelos analistas.

Leia : Bovespa atinge maior nível em seis meses

O ânimo de compras na bolsa nova-iorquina também foi impulsionado pelas bem-sucedidas emissões de títulos da dívida da Espanha e da Grécia, apesar do rebaixamento dos ratings de nove países da zona do euro, realizado na sexta-feira passada pela agência de classificação de risco Standard & Poor's (S&P).

Mas, no final do pregão, a tendência positiva ficou mais moderada, ante a forte queda das ações do Citigroup, que caíram 8,21%, num dia em que o banco anunciou ganhos de US$ 1,2 bilhão no último trimestre de 2011, valor menor que o US$ 1,3 bilhão do mesmo período de 2010.

Veja também : Bolsas europeias sobem impulsionadas por crescimento da China

A maior parte dos componentes do Dow Jones fechou no positivo. As altas foram lideradas pelos papéis da Cisco (1,31%), Merck (1,3%), United Technologies (1,26%), Exxon (0,95%) e Kraft (0,95%). Já entre as baixas, destacaram-se as ações dos bancos JPMorgan Chase (-2,81%) e Bank of America (-1,97%).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas