Tamanho do texto

Ações de commodities também tem valorização, acompanhando alta dos preços do ouro

selo

A Bolsa de Tóquio fechou em alta, na medida em que as ações da Mitsubishi Estate e de outras empresas imobiliárias continuaram a se beneficiar do pacote de compra de ativos anunciado ontem pelo Banco do Japão (BoJ, banco central), enquanto as ações ligadas a commodities seguiram a alta dos preços do ouro. O índice Nikkei 225 subiu 172,67 pontos, ou 1,8%, e fechou aos 9.691,43 pontos.

O setor imobiliário liderou os ganhos desde a abertura, em reação ao inesperado anúncio do BoJ, na terça-feira, da criação de um fundo de 5 trilhões de ienes para a compra de ativos que incluem os fundos fiduciários de investimento em imóveis e os fundos de índice (ETFs), como parte das medidas para combater a deflação.

"As incorporadoras em geral vão se beneficiar se a medida do BoJ ajudar a impulsionar as transações imobiliárias e o valor dos imóveis", disse Naoki Fujiwara, administrador de fundos da Shinkin Asset Management. Os traders disseram, no entanto, que os ganhos podem ter vida curta, pois levará tempo para o banco central obter aprovação oficial do Ministério das Finanças para comprar títulos das incorporadoras e ETFs.

"O BoJ agora parece ter cada vez mais cartas na mão com a execução das novas medidas", disse Takashi Ushio, gerente geral da Marusan Securities. Ele acrescentou que as autoridades monetárias japonesas agora dispõem de margem para expandir a compra de ativos, se necessário. Mas muitos analistas colocaram a resistência de curto prazo do Nikkei em 9.750 pontos, tendo em vista a persistente preocupação com a força do iene, uma vez que os participantes do mercado aguardam a divulgação do nível de emprego nos EUA em setembro, que sai na sexta-feira. As informações são da Dow Jones .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.