Tamanho do texto

A Bolsa de Tóquio fechou em queda acentuada, na medida em que as preocupações com a valorização do iene e com a nebulosa perspectiva econômica dos EUA afetaram particularmente as ações do setor de maquinário, enquanto as de tecnologia foram prejudicadas pelos cortes de estimativa da Tokyo Electron

selo

A Bolsa de Tóquio fechou em queda acentuada, na medida em que as preocupações com a valorização do iene e com a nebulosa perspectiva econômica dos EUA afetaram particularmente as ações do setor de maquinário, enquanto as de tecnologia foram prejudicadas pelos cortes de estimativa da Tokyo Electron. O índice Nikkei 225 perdeu 120,42 pontos, ou 1,2%, e fechou aos 9.844,59 pontos.

O mercado abriu em baixa e permaneceu no território negativo por toda a sessão, depois que os dados do índice de gerentes de compra (PMI, na sigla em inglês) dos EUA saíram mais fracos do que o esperado, contribuindo para enfraquecer ainda mais o dólar.

"Combinada com a fraqueza da economia dos EUA, a razão por detrás desta valorização do iene é a falta de uma política no lado do governo japonês", disse Masayoshi Yano, analista da Meiwa Securities. "Não vemos nenhuma postura decisiva do Japão no sentido de que vai intervir nos mercados de câmbio."

"Se as autoridades japonesas intervirem nos mercados de câmbio e implementarem mais afrouxamento monetário, isso facilitará a compra de ações japonesas pelos investidores", disse o estrategista Hideyuki Ishiguro, da Okasan Securities. Às 3h49 (de Brasília), o dólar estava em torno dos 77,30 ienes, depois de ter atingido 76,29 ienes na segunda-feira, apenas um pouco acima da mínima do pós-guerra, de 76,25 ienes, registrada em 17 de março. As informações são da Dow Jones.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.