Tamanho do texto

A Bolsa de Tóquio fechou em queda, na medida em que a incerteza sobre a perspectiva econômica global e a valorização do iene afetaram negativamente as ações de exportadoras específicas

selo

A Bolsa de Tóquio fechou em queda, na medida em que a incerteza sobre a perspectiva econômica global e a valorização do iene afetaram negativamente as ações de exportadoras específicas. O índice Nikkei 225 perdeu 91,11 pontos, ou 1%, e fechou aos 8.628,13 pontos. Foi a quarta queda consecutiva do índice, que ficou mais perto da mínima pós-terremoto de 11 de março.

O mercado abriu em declínio, reagindo a outra sessão decididamente negativa nas bolsas de Nova York na sexta-feira. A queda do dólar para uma nova mínima do pós-guerra, de 75,94 ienes na sexta-feira, foi percebida como negativa para as ações das exportadoras. Porém, as vendas iniciais foram compensadas por algumas compras de pechinchas, que ajudaram a fechar em alta os papéis da Canon e da Olympus, entre outras.

O Nikkei conseguiu virar positivo por um momento no meio da manhã, enquanto uma alta do dólar depois do fechamento da primeira parte da sessão ofereceu algum alento para quem esperava ver uma intervenção nos mercados de câmbio. Mas os efeitos não foram duradouros. As informações são da Dow Jones

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.