Tamanho do texto

Preocupações renovadas sobre os problemas da dívida europeia prejudicaram as ações de seguradoras, como a Dai-ichi Life

selo

A Bolsa de Tóquio fechou em queda, pois outra forte liquidação nas bolsas na quarta-feira e as preocupações renovadas sobre os problemas da dívida europeia prejudicaram as ações de seguradoras, como a Dai-ichi Life, e os investidores buscaram proteção em papéis ligados à demanda doméstica, como os da varejista Fast Retailing. O índice Nikkei 225 caiu 56,80 pontos, ou 0,6%, e fechou aos 8.981,94 pontos.

O mercado abriu com uma liquidação punitiva, em seguida às acentuadas perdas que se registraram nas bolsas dos EUA e da Europa, na esteira do ressurgimento das preocupações com a dívida europeia, que também puxou para baixo a cotação do euro diante do iene. Porém, a bolsa japonesa conseguiu alguma sustentação com a alta surpreendente do núcleo das encomendas de maquinário em junho, de 7,7% sobre o mês anterior - o maior aumento desde agosto do ano passado.

A despeito do iene persistentemente valorizado, o sentimento positivo, especialmente em relação aos setores domésticos e seus sólidos fundamentos corporativos, ajudou o Nikkei a recuperar grande parte das perdas iniciais. "Os investidores estão transferindo o dinheiro para áreas domésticas, como alimentos, vestuário e papel; eles não estão saindo totalmente da Bolsa porque, até agora, o Japão ainda está a caminho de uma recuperação no segundo semestre e muitas ações parecem baratas", disse um analista. As informações são da Dow Jones.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.