Tamanho do texto

Bolsa mais importante de Israel foi a primeira a sofrer o impacto do rebaixamento da nota da dívida dos EUA

Jerusalém - A Bolsa de Tel Aviv fechou neste domingo com perdas próximas a 7%, após se ver obrigada a suspender suas operações mais cedo para acalmar a forte queda da abertura, em reação ao rebaixamento da dívida americana pela agência de classificação de risco Standard & Poor's.

A bolsa mais importante de Israel registrou perdas de 6,81% em suas ações gerais e conversíveis. O valor mais afetado foi o do índice TA-Insurance, que caiu 9,74 pontos, enquanto o seletivo TA-25 recuava 6,99% e o TA-100 retrocedia 7,31%.

Como a semana útil em Israel começa no domingo, o mercado financeiro de Tel Aviv foi o primeiro a sofrer o impacto do primeiro rebaixamento da dívida pública dos Estados Unidos desde 1941, após a Standard & Poor's revisar para baixo na sexta-feira a nota do país de AAA (máxima) para AA+.

O mercado israelense de valores aumentou suas perdas neste domingo após pôr fim na sexta-feira a sua pior semana desde 2008, depois de oito pregões consecutivos de queda, em um contexto de baixas generalizadas no mercado global .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas