Tamanho do texto

A BM&FBovespa informou há pouco que está preparando um programa de formador de mercado para opções, a ser lançado "nos próximos meses"

selo

A BM&FBovespa informou há pouco que está preparando um programa de formador de mercado para opções, a ser lançado "nos próximos meses". O objetivo do programa, conforme a Bolsa, será elevar a liquidez do mercado de opções do segmento Bovespa. O programa terá duas fases. A primeira será para as opções sobre o Ibovespa e a segunda, voltada para as dez ações de maior participação na carteira do Ibovespa, exceto Petrobras e Vale, consideradas as mais líquidas do mundo. Conforme a carteira atual do Ibovespa, que vigora de agosto a dezembro, as dez ações com maior participação no índice são BM&FBovespa (BVMF3), Itaú Unibanco (ITUB4), OGX Petróleo (OGXP3), Gerdau (GGBR4), Bradesco (BBDC4), Usiminas (USIM5), PDG Realty (PDGR3), Banco do Brasil (BBAS3), Companhia Siderúrgica Nacional (CSNA3) e Itaúsa (ITSA4). Os critérios para seleção de formadores de mercados a serem adotados ainda estão em estudo. A BM&FBovespa destacou também, no comunicado, que pelo segundo mês consecutivo este ano, a bolsa paulista é líder mundial em contratos de opções sobre ações segundo dados da World Federation Exchange (WFE), entidade que reúne as principais bolsas do mundo. Conforme a Bolsa, em setembro, foram negociados 72,2 milhões de contratos de opções sobre ações pela BM&FBovespa. Em segundo e terceiro lugares ficaram as bolsas Chicago Board Options Exchange (CBOE), com 58,4 milhões de contratos, e a International Securities Exchange, com 53,7 milhões de contratos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.