Tamanho do texto

Acordo não incluiu a possibilidade de dupla listagem de ações de empresas listadas nas duas bolsas

A BM&FBovespa assina nesta sexta-feira um memorando de entendimentos para troca de informações com a bolsa chinesa de Shenzhen, informou o presidente da bolsa brasileira, Edemir Pinto, na quinta-feira, sem dar mais detalhes.

Segundo apurou a Reuters, uma representante da bolsa chinesa está em Campos do Jordão, onde a BM&FBovespa realiza seu congresso bianual de derivativos, para assinar o documento.

Em fevereiro, a BM&FBovespa já havia assinado um acordo com a Shangai Stock Exchange (SSE) para facilitar o acesso de investidores e empresas brasileiras e chinesas para ambos mercados.

Inicialmente, o acordo não incluiu a possibilidade de dupla listagem de ações de empresas listadas nas duas bolsas.

Mais cedo este mês, o Financial Times afirmou que a Bolsa de Valores de Hong Kong (HKEx, na sigla em inglÁs), a maior do mundo em capitalização de mercado, está planejando formar uma joint venture com os mercados de ações de Shangai e Shenzhen.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.