Tamanho do texto

Dentre mudanças, bolsa paulista deve unificar as diretorias de produtos e de desenvolvimento e fomento de negócios

selo

A BM&FBovespa está fazendo uma reestruturação interna e vai reduzir o número de diretorias. Das seis atuais, a bolsa paulista terá cinco cargos, de acordo com seu diretor presidente Edemir Pinto. No processo, alguns diretores deixaram a bolsa. Segundo Edemir, a reestruturação ainda está em curso e os detalhes das mudanças serão anunciados pela bolsa ao mercado na próxima quinta-feira.

A reestruturação prevê a unificação de duas diretorias executivas, a de produtos e a de desenvolvimento e fomento de negócios. Marta Alves, que era diretora executiva de produtos, deixa a BM&FBovespa, segundo Edemir, para tocar um projeto pessoal de estudar nos Estados Unidos. A diretoria de desenvolvimento de mercado era tocada por José Antonio Gragnani, que deixa a bolsa.

Ainda dentro das mudanças, Amarílis Sardenberg está deixando a diretoria executiva de Clearings, Depositária e de Risco para assumir a presidência da BSM (órgão da bolsa que atua na fiscalização do mercado de valores mobiliários).

A atual diretoria executiva da BM&FBovespa é composta por seis membros: Edemir Pinto (presidente), Amarílis Sardenberg (Clearings, Depositária e de Risco), Eduardo Guardia (Financeira e de Relações com Investidores), Cícero Augusto Vieira Neto (Operações e Tecnologia da Informação), José Antonio Gragnani (Desenvolvimento e Fomento de Negócios), Marta Alves (Produtos).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas