Tamanho do texto

SÃO PAULO - Embora os papéis de maior peso sobre o Ibovespa - Petrobras e Vale - mantenham um desempenho positivo nesta jornada, o Ibovespa continua com forte oscilação nos negócios

. Perto das 15h10, o Ibovespa cedia apenas 0,02%, aos 71.657 pontos, com total negociado de R$ 6 bilhões. Nesta jornada, o índice já oscilou entre 71.435 e 71.961 pontos. Nos Estados Unidos, as bolsas também apresentaram volatilidade na primeira etapa dos negócios. Se, de um lado, o aumento dos pedidos de seguro-desemprego na semana passada pesa contra o humor dos investidores, de outro, cresce a perspectiva de estímulos no curto prazo por parte do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA). Há pouco, o índice Dow Jones recuava 0,36%, o S&P 500 se depreciava em 0,64% e o Nasdaq perdia 0,42%. No front corporativo, entre as "blue chips", os papéis Petrobras PN subiam 1,98%, para R$ 26,22, enquanto as ações PNA da Vale avançavam 1,25%, a R$ 48,24. As principais valorizações do Ibovespa partiam, mais uma vez, dos papéis PNB (2,90%, a R$ 29,80) e ON (2,64%, a R$ 25,27) da Eletrobras, e também dos papéis PN da TAM (2,39%, a R$ 41,53). Já as principais baixas estavam com Banco do Brasil ON (-2,61%, a R$ 33,94), Marfrig ON (-2,75%, a R$ 16,58) e CCR Rodovias ON (-7,03%, a R$ 46,14). As ações da empresa de concessões rodoviárias ainda são responsáveis pelo maior volume financeiro do dia, com R$ 810,8 milhões negociados. (Beatriz Cutait | Valor)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.