Tamanho do texto

Conselho de Governo decidiu voltar a aceitar a dívida grega porque está respaldada pelo Fundo Europeu de Estabilidade

O Banco Central Europeu (BCE) voltou a aceitar títulos de dívida negociáveis emitidos ou garantidos pela Grécia como garantia em suas operações de refinanciamento  O BCE informou nesta quinta-feira que o conselho de Governo decidiu voltar a aceitar a dívida grega como garantia porque está respaldada pelo Fundo Europeu de Estabilidade Financeira (FEEF).

A entidade monetária vai ativar um programa que em julho de 2011 foi aprovado por chefes de Estado e Governo da zona do euro mediante a troca de bônus gregos em títulos com mais garantias através do FEEF, que garante a dívida soberana grega com seus próprios títulos até 35 bilhões de euros.

Depois de a agência de medição de risco Standard & Poor's (S&P) ter descido a qualificação da dívida grega até a "falta de pagamento seletivo" no final de fevereiro, o BCE decidiu deixar de aceitar temporariamente a dívida soberana grega e outros títulos avalizados pela Grécia como garantia em suas operações de refinanciamento.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.