Tamanho do texto

Agora, os dois bancos detêm 28,65% de participação cada um na processadora de cartão

SÃO PAULO - O Banco do Brasil (BB) e o Bradesco concluíram o aumento de participação na Cielo (ex-Visanet) e na Visa Vale, na sequência do acordo de compra das ações detidas pelo Santander nas processadoras de cartões de pagamento e de vales-benefício.

Com isso, a participação do Bradesco na Cielo passou de 26,56% para 28,65%, após um desembolso de R$ 431,7 milhões pela fatia de 2,09%. Na Visa Vale, a participação do banco avançou de 34,33% para 45%, mediante o pagamento de R$ 141,4 milhões aos espanhóis pela participação de 10,67%.

Por sua vez, o Banco do Brasil desembolsou R$ 1,055 bilhão para elevar sua participação na Cielo de 23,54% para 28,65%, e mais R$ 61,7 milhões pela compra de 4,65% na Visa Vale, o que ampliou sua posição na empresa para 45%. Um dos motivos da saída do Santander das companhias está ligado à entrada do grupo financeiro no ramo de adquirência por meio de uma parceria com a empresa de tecnologia GetNet, fato que poderia ocasionar conflito de interesses com a Cielo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.