Tamanho do texto

Banco caiu posições em ranking após parar de comprar empréstimos feitos por instituições financeiras menores

O Bank of America foi o quarto maior credor de hipotecas dos Estados Unidos em 2011, continuando sua curva descendente no ranking depois que parou de comprar empréstimos feitos por bancos menores.

O segundo maior banco dos Estados Unidos tornou-se em 2008 o maior criador de hipotecas depois de comprar o Countrywide Financial, mas gradualmente reduziu o negócio assim como admitiu prejuízos com a aquisição desastrosa.

Leia : Bank of America cogita vender mais ativos para levantar capital

O Citigroup saiu na frente do Bank of America no quarto trimestre, com cerca de US$ 23 bilhões em empréstimos hipotecários, ligeiramente à frente dos US$ 22,4 bilhões em empréstimos do Bank of America, de acordo com dados divulgados nesta quinta-feira pela publicação segmentada Inside Mortgage Finance.

O Wells Fargo permaneceu de longe sendo o maior emissor de hipotecas, gerando US$ 120 bilhões em empréstimos. Isso significa que ela gerou 30% de todos os empréstimos no trimestre, acima dos cerca de 27% no terceiro trimestre.

Mais : Bank of America cogita vender mais ativos para levantar capital

O JP Morgan Chase foi o segundo maior credor no trimestre, com US$ 42 bilhões em empréstimos. Em outubro, o Bank of America disse que até o fim do ano estava deixando de atuar como correspondente de crédito, desfazendo-se de cerca de metade de sua produção, bem como focaria em fazer empréstimos para seus próprios clientes.

O banco, agora, possui aproximadamente 6% de participação de mercado, menos que os 7,8% que detinha em 2007, antes da compra do Countrywide.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.