Tamanho do texto

Com 24 empresas, o setor bancário pagou R$ 13,3 bilhões aos acionistas, o maior volume setorial do ano, segundo a Economática

O setor que distribuiu maior volume financeiro de dividendos em 2009 foi o de bancos, em que 24 instituições somaram R$ 13,3 bilhões, contra R$ 12,2 bilhões no ano anterior, segundo análise da Economática. O crescimento anual foi de 10,2%.

Considerando todos os setores da economia, no entanto, 295 empresas brasileiras de capital aberto – excluindo a Petrobras - distribuíram R$ 53,04 bilhões em 2009, valor 5,8% inferior aos R$ 56,3 bilhões de 2008. O segundo setor com maior pagamento de dividendos foi o de energia elétrica, com R$ 10,76 bilhões no ano passado, 1,1% acima do montante de 2008, quando as empresas de energia distribuíram R$ 10,65 aos acionistas.

Petrobras

O volume distribuído pela Petrobras no ano de 2009 foi o maior já pago por uma única empresa na historia das empresas de capital aberto brasileiras, segundo a Economática. A estatal brasileira de petróleo, sozinha, pagou R$ 15,4 bilhões em dividendos aos acionistas, uma alta de 148,5% em relação aos R$ 6,2 bilhões de 2008.

Se considerarmos a Petrobrás dentro do setor de petróleo e gás este seria o setor com maior volume de dividendos distribuídos em 2009.

Distribuição de dividendos em 2009 - Principais setores

Valores em R$ bilhões sem ajuste pela inflação

Gerando gráfico...
Economática

“Devemos ressaltar que os dividendos distribuídos em um determinado ano podem ser referentes aos lucros do ano imediatamente anterior, adiantamentos do ano em curso ou ainda de exercícios passados”, afirma a Economática, que utiliza dados enviados a CVM pelas empresas de capital aberto.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.